...

Clique aqui para se inscrever no Vestibular

Inscrição

Saiba a diferença entre curso Técnico e Tecnólogo


Ambas as formações estão em alta e têm boas chances de empregabilidade

quarta-feira, 15 de agosto de 2018 Mirvan Lúcio


Com o mercado de trabalho cada vez mais competitivo, exigindo profissionais cada vez mais qualificados, os cursos Técnicos e Tecnólogos são as melhores opções para você obter uma formação a curto prazo e conseguir emprego na área de atuação.

Ambas as formações estão em alta e as chances de empregabilidade apresentam bons índices. No entanto, para chegar na escolha acertada, o estudante precisa levar em conta quais são os seus objetivos, pretensões e onde deseja chegar em sua carreira profissional.

A principal diferença entre o curso Técnico e o curso de Tecnólogo é o nível de escolaridade que representam. Enquanto o curso técnico é de nível médio, o curso de tecnólogo é uma formação de nível superior.

O curso Técnico prepara o profissional para realizar tarefas mais operacionais, aquelas que estão na linha de frente do trabalho, como gestão de equipamentos, logística de produtos ou controle de qualidade, com o objetivo de capacitar o aluno com conhecimentos teóricos e práticos em diversas atividades do setor produtivo para que entrem rapidamente no mercado de trabalho.

Existem modalidades de cursos técnicos para quem fez apenas o ensino fundamental incompleto, ensino fundamental completo, ensino médio incompleto ou ensino médio completo. O tempo de duração para formação técnica pode durar entre 6 meses e 3 anos.  

O curso tecnólogo também tem o objetivo de atender a necessidade do mercado por profissionais qualificados e sempre exigem o ensino médio completo e o candidato precisa passar por o processo seletivo do ENEM ou vestibular convencional. Com duração entre 2 e 3 anos, conta com disciplinas teóricas e práticas, atividades em laboratórios e, muitas vezes, exige estágio obrigatório e/ou apresentação de um Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

As opções de cursos abrangem as seguintes áreas: educação, saúde, hospitalidade, infraestrutura, segurança, design, gestão e negócios, produção alimentícia, informação e comunicação produção cultural, design, controle de produção e processos industriais.



Leia Mais